Citações: O Coração das trevas, de Joseph Conrad.

“Ele era o único entre nós que ainda ‘seguia o mar’. O pior que podia ser dito dele era que não representava sua classe . Era um homem do mar, mas era peregrino também, enquanto a maioria dos marujos levava, por assim dizer, uma vida sedentária.  Eles sempre de sentem em casa, pois sua casa…

Quem diz que Amor é falso ou enganoso

Quem diz que Amor é falso ou enganoso,Ligeiro, ingrato, vão, desconhecido,Sem falta lhe terá bem merecidoQue lhe seja cruel ou rigoroso. Amor é brando, é doce e é piedoso;Quem o contrário diz não seja crido:Seja por cego e apaixonado tido,E aos homens e inda aos deuses odioso. Se males faz Amor, em mi se vêem;Em…

Resenha e ilustração: “Primeiro Amor”, de Ivan Turguêniev

O ano é 1883, verão na cidade de Moscou, Rússia, onde, com dezesseis anos de idade, Vladimir Petrovitch vivência seu primeiro amor .  Tudo ocorre na vizinhança da quinta em frente ao jardim Neskutschni onde seus pais, Maria Nicoliefna, a mãe, e Pedro Vasilievitch, o pai, alugam no verão. Anos depois, Petrovich volta a rememorar…

Citações: “Eurídice”, de José Lins do Rego.

“Podia deixar de escrever o que pretendo escrever.  Mas sem nada a fazer, nesta dela úmida, fora de um convívio que me faça fugir de mim mesmo, de meus pensamentos e de minhas saudades, tento encher as folhas deste caderno”. Parte I, p. 5. “Dentro de mim havia um coração partido”. Parte I, Capítulo 7,…

“Amor de perdição”- resenha e algumas anotações

O então estudante de Coimbra, Simão Antônio Botelho, apaixona-se por Teresa Cristina de Albuquerque, filha de Tadeu de Albuquerque, rival do pai de Simão, Domingos José Correia Botelho de Mesquita e Meneses, e sua família. Ele se apaixona por Teresa, então sua vizinha, ao vê-la pela janela do seu quarto, onde “a vira pela primeira…

Verdade, Amor, Merecimento [Luís de Camões]

Luís Vaz de camões Verdade, Amor, Merecimento,Qualquer alma farão segura e forte,Porém Fortuna, Caso, Tempo e Sorte,Têm do confuso mundo o regimento. Efeitos mil resolve o pensamento,E não sabe a que causa se reporte,Mas sabe que o que é mais que vida e morte,Que não o alcança o humano entendimento. Doutos varões darão razões subidas,Mas…

Um soneto de inverno [Christina Rossetti]

A Wintry Sonnet [Christina Rossetti] A Robin said: The Spring will never come, And I shall never care to build again. A Rosebush said: These frosts are wearisome, My sap will never stir for sun or rain. The half Moon said: These nights are fogged and slow, I neither care to wax nor care to…

Citações: Romeu e Julieta, W. Shakespeare.

“Mas, enquanto viveres, afasta-te da raiva” – Gregório. Ato I, cena I. “Temos muito o que fazer com o ódio em nossa cidade, e mais ainda o que fazer com o amor” – Romeu. Ato I, cena I. “Ora, mas é justamente essa a transgressão do amor. – As dores que são minhas e de…

Canção [Christina Rossetti]

When I am dead, my dearest [Christina Rossetti] When I am dead, my dearest, Sing no sad songs for me; Plant thou no roses at my head, Nor shady cypress tree: Be the green grass above me With showers and dewdrops wet; And if thou wilt, remember, And if thou wilt, forget. I shall not…

Ilustrações e citações: A megera domada, de William Shakespeare

John Byam Shaw Liston (1872- 1919) foi pintor, ilustrador, designer e professor britânico, sendo mais conhecido por Byam Shaw. O artista nasceu na cidade de Madras, Índia (hoje chamada Chennai), veio para a Inglaterra em 1878 onde estudou arte em St. John’s Wood School of Art e na Royal Academy Schools. Um dos seus quadros…