5 Sonetos de Amor de Luís de Camões

Quem diz que Amor é falso ou enganoso,Ligeiro, ingrato, vão, desconhecido,Sem falta lhe terá bem merecidoQue lhe seja cruel ou rigoroso. Amor é brando, é doce e é piedoso;Quem o contrário diz não seja crido:Seja por cego e apaixonado tido,E aos homens e inda aos deuses odioso. Se males faz Amor, em mi se vêem;Em…

Quem ora soubesse [ Luís de Camões]

Quem ora soubesse onde o amor nasce, que o semeasse! D’ Amor e seus danos me fiz lavrador: semeava amor e colhia enganos. Não vi, em meus anos homem que apanhasse o que semeasse. Vi terra florida de lindos abrolhos: lindos para os olhos, duros para a vida; mas a rês perdida que tal erva…

A dor que minha alma sente [Luís de Camões]

A dor que minha alma sente não na sabe toda a gente! Que estranho caso de amor, que desejado tormento: que venho a ser avarento das dores da minha dor! Por me não tratar pior, se se sabe, ou se se sente não na digo a toda a gente. Minha dor e a causa dela…

Sete anos de pastor Jacob servia [Luís de Camões]

Sete anos de pastor Jacob serviaLabão, pai de Raquel, serrana bela;Mas não servia ao pai, servia a ela,E a ela só por prêmio pretendia. Os dias, na esperança de um só dia,Passava, contentando se com vê-la;Porém o pai, usando de cautela,Em lugar de Raquel lhe dava Lia. Vendo o triste pastor que com enganosLhe fora…

Tanto de meu estado me acho incerto [Luís de Camões]

Tanto de meu estado me acho incerto, Que em vivo ardor tremendo estou de frio; Sem causa, juntamente choro e rio, O mundo todo abarco, e nada aperto É tudo quanto sinto um desconcerto: Da alma um fogo me sai, da vista um rio; Agora espero, agora desconfio; Agora desvario, agora acerto. Estando em terra,…

Quem diz que Amor é falso ou enganoso

Quem diz que Amor é falso ou enganoso,Ligeiro, ingrato, vão, desconhecido,Sem falta lhe terá bem merecidoQue lhe seja cruel ou rigoroso. Amor é brando, é doce e é piedoso;Quem o contrário diz não seja crido:Seja por cego e apaixonado tido,E aos homens e inda aos deuses odioso. Se males faz Amor, em mi se vêem;Em…

Verdade, Amor, Merecimento [Luís de Camões]

Luís Vaz de camões Verdade, Amor, Merecimento,Qualquer alma farão segura e forte,Porém Fortuna, Caso, Tempo e Sorte,Têm do confuso mundo o regimento. Efeitos mil resolve o pensamento,E não sabe a que causa se reporte,Mas sabe que o que é mais que vida e morte,Que não o alcança o humano entendimento. Doutos varões darão razões subidas,Mas…

LEDA SERENIDADE DELEITOSA [Luís Vaz de Camões]

Leda serenidade deleitosa, Que representa em terra um paraíso; Entre rubis e perlas, doce riso, Debaixo de ouro e neve, cor-de-rosa; resença moderada e graciosa, Onde ensinando estão despejo e siso Que se pode por arte e por aviso, Como por natureza, ser formosa; Fala de que ou já vida, ou morte pende, Rara e…

Amor é fogo que arde sem se ver

Amor é fogo que arde sem se ver, é ferida que dói, e não se sente; é um contentamento descontente, é dor que desatina sem doer. É um não querer mais que bem querer; é um andar solitário entre a gente; é nunca contentar-se de contente; é um cuidar que ganha em se perder. É…